ANS recua e revoga norma de cobrança em planos de saúde


A Agência Nacional de Saúde Suplementar decidiu revogar a norma que previa a cobrança de até 40% de coparticipação dos procedimentos dos clientes de planos de saúde e definia regras para a aplicação de franquia em convênios médicos. A decisão foi tomada ontem pela diretoria colegiada do órgão. A medida ocorre após forte reação de clientes e entidades de defesa do consumidor à aprovação da resolução, ocorrida no final de junho. A diretoria aprovou uma nova audiência pública para debater com diferentes setores da sociedade a norma e ampliar a participação popular.